domingo, novembro 18, 2018

Henrique Prata, gestor do Hospital de Câncer de Barretos (HCB), lança no próximo dia...

  A obra relata como o primeiro livro de Prata “Acima de tudo o amor” sensibilizou empresários, políticos e demais membros da sociedade, que após...

Enfermeira judia comove ao amamentar bebê palestino que tinha mãe internada

Um sopro de generosidade no conflito Israel-Palestina. Após bebê perder o pai e ter a mãe gravemente ferida em acidente, enfermeira judia se oferece para amamentar o bebê e história viraliza nas redes sociais Do Brasil247 Após um acidente que vitimou o pai e deixou a mãe de um bebê palestino em estado grave, uma enfermeira judia comoveu as redes sociais ao amamentar o bebê. Um gesto de solidariedade frente ao histórico conflito entre israelenses e palestinos. Mãe de três crianças, Ula Ostrowski-Zak segurou nos braços Yaman, de apenas 9 meses. O menino não aceitava leite engarrafado e estava com o estado de saúde afetado depois de ficar sete horas sem comer. Os parentes do bebê apelaram por uma ama de leite e Ula se dispôs “sem pensar duas vezes” a oferecer seu próprio leite. “As tias do bebê ficaram surpresas por uma judia ter concordado em amamentá-lo, mas eu disse que qualquer mãe faria isso. Elas me abraçaram e me agradeceram”, explicou Ula, que alimentou a criança cinco vezes ..

Vídeo: Escola paraibana é premiada por valorizar a cultura africana

https://youtu.be/BOI3foWQVes   Fonte: Geledés

Residencial Vida Nova Barretos atinge 912 contratos assinados

O Grupo Pacaembu assinou nesta sexta-feira, dia 28 de agosto, os contratos de mais 243 unidades residenciais para o módulo IV do Residencial Vida...

Wagner Moura é nomeado embaixador da luta contra trabalho escravo

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) nomeou Wagner Moura como embaixador, no âmbito de uma campanha global de mobilização contra o trabalho escravo. O...

VEJA ESSAS AQUI